Três Regras a Seguir para Evitar Erros Comuns com os Verbos Modais em Inglês

Blog Article Thumbnail

Está confuso com os verbos modais? Está interessado em aprender mais e como pode usar can (poder), could (poderia), may (pode), might (poderá), should (deve), ought (deve), must (deve ser), have to (ter que) , shall (dever), will (vai), ou would (faria)?

Hoje vamos falar de como usar verbos modais corretamente. Muitos estudantes de Inglês cometem erros ao usar estes verbos auxiliares especiais. Também vamos estudar como podemos evitar estes erros comuns. Sei que o mundo dos verbos modais não é particularmente empolgante. Mas, quando vir o que são, vai compreender que estamos a usar estes verbos sempre.

O que são os modais?

Os modais são verbos especiais que se comportam de forma irregular no Inglês. Também são conhecidos como auxiliares modais ou verbos auxiliares modais. Estes têm uma função diferente dos verbos normais como eat (comer), drink (beber), visit (visitar), laugh (rir), jump (saltar), dance (dançar), follow (seguir), etc. Estes dão-lhe informação adicional acerca da função do verbo principal que vem depois. Estes são verbos que expressam diferentes tipos de coisas. Quando os usa, expressa certeza, habilidade, vontade, necessidade, permissão, obrigação e possibilidade. Como estes se compartam de uma forma distinta dos verbos regulares, são um pouco confusos.

Os verbos modais mais comummente usados nas conversas do dia a dia ou na escrita são cancouldmaymightshouldought tomusthave towillshall, e would.

As três regras básicas a seguir

Aqui estão as três regras básicas a seguir para evitar erros comuns que são feitos com os erros modais.

1. Usar o verbo modal como é.

Não mude a sua forma e coloque-o no presente, futuro ou formas passadas. Não adicione nada e faça-o. Não pode adicionar s, ed, ou, ing.

Aqui está a frase correta:

  • Joan can swim.” (“O Joan pode nadar”)

Errado:

  • Joan cans swim.” 
  • “He mights go to sleep.” (” Ele pode ir dormir”)
  • She wills go to Spain next month.” (“Ela irá para a Espanha no próximo mês”)

Não devemos mudar o verbo modal nunca. Deixamos ficar como está.

 

2. Use a forma básica do verbo após um modal.

Não use to (para) ou o verbo infinitivo completo to (para).

Aqui está a frase correta:

  • Clara might join them.” ( A Clara pode se juntar a eles.“)

Errado:

  • Clara might to join them.” (“A Clara pode se  para juntar a eles.”)
  • You must to finish your dinner.” (“Deve terminar para o seu jantar.”)
  • You should not to smoke.” (“Você não deve para fumar.”)
  • They can to stay with us this summer.” (“Eles podem para ficar conosco neste verão.”)
  • We would not to arrive in time for his speech.” (“Não gostaríamos de para chegar a tempo para seu discurso.”)

 

Este é um erro bastante comum, então tenha cuidado com o to (para) aqui. Certifique-se de não usar o infinitivo completo to join (para juntar) após a palavra maywillshouldmay ou can. Basta usar a forma base do verbo, que é join (juntar). Pode dizer qualquer uma destas frases corretas:

  • Clara could join us. (A Clara poderia juntar-se a nós.)
  • Clara might join us. (A Clara pode juntar-se a nós.)
  • Clara must join us. (A Clara deve juntar-se a nós.)
  • Clara should join us. (A Clara deve juntar-se a nós.)
  • They can stay. (Eles podem ficar.)
  • They can come. (Eles podem vir.)
  • They can leave. (Eles podem sair.)

Tomem nota, não usar to depois de um modal.

 

3. Se precisar de usar um modal na forma negativa, então use apenas not DEPOIS do verbo modal.

Não use mais nenhuma palavra extra. Então não use palavras como isn‘tdoesn‘tdon‘twon‘twasn‘taren‘t.

Por exemplo: 

Correto:

  • “You should not drink too much.”

Errado:  

  • “You don’t should drink too much.” (“Não deve beber muito.“)
  •  I don’t can swim.” (“Eu não sei nadar.”)
  • “We don’t could call him.” (“Não podíamos ligar para ele. “)

Note que na primeira frase o not veio depois do should.

Pode ter aprendido noutras aulas de gramática palavras como: wasn‘tisn‘tdon‘taren‘tE, provavelmente, está ansioso e quer voltar a usá-las em novas frases. Mas usá-las nas frases modais é errado.

Existe, no entanto uma execução. É com o verbo modal have to (ter que). Se o tiver de usar na forma negativa, precisa de dizer, You do not have to go there (Não tem que ir lá). Aqui coloca “not” no meio de “have to”. Mas com os outros modais, apenas diz You could notYou might notYou ought notYou shall not, e por aí em diante. Pode verificar que not nem sempre vem depois do verbo modal.

 

Outros exemplos de “have to” na forma negativa::

  • They don’t (do not have) have to bring all those bags.” (“Eles não (não têm) que trazer todas aquelas malas.”)
  • “I don’t have to see it to believe it.” (“Não preciso ver para acreditar.”)
  • “We don’t have to bring umbrellas today.” (“Não precisamos trazer guarda-chuvas hoje.”)
  • “You don’t have to watch that movie.” (“Não precisa de ver este filme.”)

 

Outra coisa que se tem de lembrar quando usa not com can é a de que expressa uma afirmação negativa, coloca as sempre junto. Estas transformam-se numa única palavra cannot, e não can not. Esta é a única vez que junta um verbo modal com not num só. Mas com outros modais, not é sempre uma palavra separada.

Por exemplo:

Correto:

  • “She cannot come to the wedding.”

Errado: Using modals with “not” this way is wrong

  • ”She maynot come to the wedding.” 
  • “She willnot come to the wedding.”

So other than “cannot”, the other modals should not be joined with “not” into one word.

Correto: 

  • “She may not come to the wedding.” (Ela pode não vir ao casamento.“)
  • “She will not come to the wedding.” (Ela não virá ao casamento.“)

 

Desta vez, vamos ver os modais comuns do dia a dia e ver alguns exemplos. Aqui, vamos ver as funções comunicativas destes verbos especiais.

  • CAN mostra habilidade: Beth can dance very well (A Beth pode dançar muito bem). 
  • CAN mostra permissão: Can I use your car? (Posso usar o seu carro?)
  • CAN mostra possibilidade: Driving in heavy rain can cause an accident (Conduzir sob chuva forte pode causar um acidente).
  • COULD expressa possibilidade: The roof could collapse if they don’t do repairs (O telhado pode desabar se eles não fizerem reparos).
  • MAY expressa permissão: May I borrow your umbrella? (Posso levar o seu guarda-chuva emprestado?)
  • MIGHT transmite possibilidade: I might move to Vietnam next year (Talvez me mude para o Vietname próximo ano).
  • SHOULDé usado para dar conselhos: You should revise the intro to your essay (Devia rever a introdução do seu ensaio).
  • OUGHT TO é usado para oferecer uma conclusão lógica: After driving all day, you ought to be tired (Depois de conduzir o dia todo, deve estar cansado).
  • MUST expressa forte obrigação: You must be at the train station at 3PM  to meet the guests (Deve estar na estação de comboio às 15h para receber os convidados).
  • HAVE TO expressa uma forte obrigação: You have to come on time if you don’t want to miss the bus (Tem que chegar a horas se não quiser perder o autocarro).
  • WILL é usado para fazer uma promessa: I will stop eating sugary and salty foods (Vou parar de comer, comida açucarada e salgada).
  • SHALL expressa a sugestão usada na primeira pessoa: Shall I pour you a cup of green tea? (Devo servir-lhe uma chávena de chá-verde?)
  • WOULD mostra hábitos do passado: He would visit his mom every Friday before she died (Ele ia visitar a sua mãe todas as sextas-feiras antes de ela morrer).
  • WOULD é usado para um pedido educado: Would you close the windows, please? (Pode fechar as janelas, por favor?)

Os modais podem ser cansativos e um pouco difíceis de lembrar no início, mas quanto mais praticar, o mais facilmente os vai conseguir usar corretamente. Tente observar frases em Inglês de livros que leu, programas de rádio, programas de televisão, ou falantes nativos de Inglês, vai verificar que os verbos modais são usados sempre.

Quanto mais exposto estiver à língua Inglesa, o mais fácil vai ser para si usar os modais naturalmente nas suas conversas.


Autor